Excelência em administração

  • Diretrizes da ISSA:
  • Erro, evasão e fraude nos sistemas de segurança social

Excelência em administração

  • Diretrizes da ISSA:
  • Erro, evasão e fraude nos sistemas de segurança social

Erro, evasão e fraude nos sistemas de seguridade social -
Diretriz 13. Desenvolver a capacidade institucional para um uso massivo de dados externos

A instituição aplica técnicas de mineração e correspondência de dados em bancos de dados, incluindo grandes volumes de dados externos, a fim de aumentar os recursos para detecção e análise de erros, evasão e fraude.

A crescente importância da digitalização e da informatização para a prestação de serviços pelas instituições de previdência social aumenta os riscos específicos da EEF relacionados às TIC. Por exemplo, a experiência mostra que os casos de EEF geralmente se originam de incompatibilidades nos dados comunicados pelos beneficiários ou contribuintes de diferentes instituições de previdência social, serviços públicos e até alguns serviços privados (serviços financeiros em particular). Para lidar com esses riscos, a mineração e a correspondência de dados aumentam os recursos de análise e detecção.

Além disso, o compartilhamento e a integração de informações conjuntas, como as sobre renda, contribuições pagas, benefícios recebidos, perfil familiar, residência, etc., simplifica a prestação de serviços ao mesmo tempo que reduz o risco de fraude. Essa abordagem também permite reduzir os riscos de não adjudicação dos benefícios devidos e de cálculo incorreto do valor das contribuições a serem pagas pelos empregadores.