EsSalud - Instituto de Seguro Social de Saúde
Peru
Américas

Melhorar o monitoramento abrangente de pacientes com alto risco de diabetes

Ano de implementação
2021

Como resultado da pandemia da COVID-19, o EsSalud - Instituto de Seguro Social de Saúde do Peru (EsSalud - Seguro Social de Saúde) não conseguiu fornecer exames adequados aos pacientes com diagnóstico único de hipertensão arterial devido à suspensão de alguns serviços e às normas sanitárias em vigor na época. Isto levou a um aumento de pacientes hipertensos com diabetes mellitus (em 2020, havia 15 por cento mais pacientes hipertensos com diabetes mellitus). Muitos desses pacientes foram tratados inicialmente para diabetes em unidades de emergência, o que teve efeitos devastadores para os indivíduos e suas famílias, pois cuidar desses pacientes durante a pandemia era demorado e envolvia custos adicionais com equipamentos, como glicosímetros e outros itens. Da mesma forma, cuidar de pacientes nessas circunstâncias acarretou um custo substancial para a instituição.

Para enfrentar esta situação, utilizando o conhecimento das diretrizes para a atenção primária e uma compreensão clara do conceito de prevenção primária e secundária em saúde, a equipe multidisciplinar do Centro de Atenção Primária à Saúde II Chilca (Centro de Atenção Básica II Chilca) passaram a identificar pacientes hipertensos com glicemia de jejum alterada (GIF). Esses pacientes receberam então check-up e cuidados de acompanhamento oportunos, para melhorar o monitoramento abrangente e reduzir novos casos de diabetes mellitus tipo 2 nesses pacientes.  

Tópico:
Saúde
Qualidade de serviço